Suspeito de envolvimento em atentado contra vereadora é preso pela Polícia Civil

Por Redação / VIA41
08/03/2021 - 13:33

Com objetivo de inutilizar provas suspeito quebra celular ao ser preso em Itapebi

Na manhã desta segunda-feira (08/03), Policiais Civis de Eunápolis prenderam Gidevan Oliveira da Silva de 21 anos, apontado nas investigações como um dos envolvidos na tentativa de homicídio contra a vereadora de Itapebi, VERONICE ROMANA DOS SANTOS, fato ocorrido no dia 05/02/2021, naquele município.

Foto: Reprodução / Facebook

Gidevan é sobrinho do suposto mandante do crime, Cristiano Pereira da Silva de 40 anos, ex-vereador e suplente pelo mesmo partido da vítima. Segundo as investigações a motivação seria exatamente ocupar a vaga dela na Câmera de Vereadores do município.

O veículo utilizado, um FIAT/PÁLIO, foi encontrado abandonado na zona rural dias depois do crime. 

Foto: Arquivo / VIA41

O mandante não foi localizado nas diligências realizadas nesta segunda-feira (08/03) e já é considerado foragido. 

Em sua casa, sob o alçapão do forro de pcv, foi encontrada uma cadeira sobre um banco, com claras evidências de terem sido utilizados para alcançar o forro, de onde certamente algo de ilegal fora retirado às pressas. Tal local coincide com a informação recebida pela polícia, segundo a qual o mandante mantinha escondidas, no forro de sua casa, uma espingarda calibre 12 e uma pistola 380.

A pistola 380 seria a mesma envolvida em um incidente dentro de sua casa, em 2019, ocasião em que o vereador, durante discussão com sua esposa, teria efetuado disparos, cujos estilhaços feriram uma criança, seu próprio filho. 
Gidevan quebrou o seu aparelho celular, enquanto os policias realizavam a entrada no imóvel onde ele se encontrava, com o claro objetivo de inutilizar provas que ali pudessem ser encontradas. 
 

PUBLICIDADE
AVISO: Ao publicar nesta página você assume total responsabilidade pelo conteúdo do seu comentário.